Jorasa - Seus sonhos começam aqui.
26 nov

Como fazer uma eficiente limpeza de obra

limpeza de obra

Saiba por que ter atenção aos detalhes pode fazer toda a diferença na hora da limpeza da sua obra

Quando uma obra acaba, achamos que tudo está pronto. Puro engano! Aquele clima de construção ainda vai persistir por alguns dias, simplesmente devido à sujeira pós-obra. E como em todas as etapas, com certeza surgirão muitas dúvidas na hora da limpeza. E não é por menos: nessa fase, você pode estragar muita coisa já feita, se não tiver atenção aos detalhes.

Para realizar uma limpeza de obra eficiente e não ter dor de cabeça, em primeiro lugar, deve-se tirar todo o lixo do local, o que facilita uma limpeza profunda. Antes de qualquer ação, é aconselhável saber bem o que será limpo e procurar os produtos mais indicados, pois cada material necessita de um produto específico para não estragar e não diminuir sua vida útil. E devido aos altos níveis de poeira produzidos durante a construção civil, é de extrema importância que a limpeza seja feita repetidamente para remover todo o pó.

Siga um passo a passo para facilitar a sua limpeza de obra!

1. Na limpeza pós-obra, um dos principais inimigos é o filtro de ar. Ele ajuda muito, porque prende o pó, mas também pode adicionar mais resíduos ao seu ar caso não seja limpo corretamente e regularmente.

2. Produtos polidos possuem cera em sua superfície e essa camada é importante para a proteção durante o transporte e a obra. Ao fim da construção, quando não houver mais nenhuma sujeira, a cera deve ser removida com detergente neutro e água. No caso do porcelanato, por exemplo, a remoção da cera vai resgatar o brilho da peça e pode ser feita com uma esponja especial para cristais.

3. No caso de produtos que vêm com uma película plástica protetora, que tem a mesma finalidade da cera, essa película também só deve ser retirada no fim da obra. Em seguida, deve-se passar um pano com álcool sobre toda a superfície do revestimento. Se alguma cola permanecer, ela pode ser removida com água quente.

4. Os respingos de tinta podem ser removidos com solvente, desde que colocado em um pano e não diretamente no material. Depois, indica-se passar um pano úmido no local.

5. Para apagar riscos de lápis, use uma borracha comum.

6. Nunca utilize produtos que contenham ácido para tentar limpar revestimentos cerâmicos, pois esses tipos de produtos atacam quimicamente, causando danos irreversíveis ao material.

7. Não utilize produtos como água sanitária pura, limpa forno, limpa alumínio e soda cáustica. Sabão em pó também deve ser evitado, pois cria uma película e facilita a aderência de sujeiras.

8. Esponja de aço, nem pensar, pois além de riscar as peças, o aço pode se desprender e enferrujar sobre o produto.

9. Fique atento a todos os ambientes e locais, porque sempre lembramos das prateleiras e corrimões, mas acabamos esquecendo de incluir as paredes e outras superfícies verticais. Elas também precisam ser limpas e isso faz toda a diferença.

10. Sempre que for limpar um material, pesquise antes sobre as especificações do produto a ser usado. Você pode encontrar ali dicas importantes sobre conservação e sobre os produtos de limpeza mais indicados para as superfícies em questão.

Agora que você conferiu as dicas para a limpeza pós-obra, conheça histórias de quem construiu sua própria casa, onde acertou, no que errou e por que faria diferente.

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>