Jorasa - Seus sonhos começam aqui.
15 abr

Declaração do Imposto de Renda – Cuidados na declaração do seu imóvel

imposto-de-renda-declaracao-imoveis

Estamos em março e você tem até o dia 29 de abril, uma sexta-feira, para declarar o imposto de renda. Isso é sempre uma tarefa complicada, principalmente porque são muitos os detalhes que envolvem este processo pelo qual os brasileiros precisam passar todos os anos.

Desta maneira, nós da Jorasa preparamos um texto para tentar descomplicar um pouquinho a sua vida. Hoje explicaremos os principais pontos sobre como você deve declarar o seu imóvel.

Quem é obrigado a declarar imóveis

Este item deve ser declarado por todas as pessoas que possuem bens que superam a soma de R$ 300 mil. No caso de contribuintes que precisam declarar o imposto por outros motivos, é aconselhável que os imóveis sejam sim listados, mesmo que a soma dos bens não atinja o valor citado acima.

Declaração 2016 – como declarar o imóvel

Quem adquiriu um imóvel no ano passado, precisa declará-lo este ano. Quem adquiriu em 2014, precisa importar a declaração passada. E quem não declarou, mesmo tendo adquirido antes de 2015, precisa informar a existência do bem nesta nova declaração.

“Contrato de gaveta”

Mesmo que o seu contrato não tenha sido registrado no cartório, você precisa declarar. No campo “Declaração de Bens e Direitos” você precisará preencher todos os dados referentes ao imóvel, tais como: número da matrícula,  endereço e metragem.

No caso dos imóveis comprados depois de 1996, a declaração deve ser feita de acordo com os dados da escritura ou do contrato e tudo isso também precisa constar no campo “Declaração de Bens e Direitos”.

Imóveis financiados

Quem financiou um imóvel deverá declarar primeiramente o valor que já foi pago, e não o valor total do financiamento. Sendo assim, tudo o que foi pago até o dia 31 de dezembro de 2015 terá de aparecer na declaração, informando, inclusive, quem é o credor.

FGTS na compra do imóvel

Os valores do FGTS gastos na compra de um imóvel precisam ser declarados no campo “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis”. Isso se faz necessário para que seja registrado o aumento do patrimônio do contribuinte.

Na hora de comprar o seu imóvel, fique de olho nestas dicas, porque declarar o imposto de renda corretamente é o nosso dever de cidadão. Ah, e se você ainda não comprou o seu, converse conosco.  Temos empreendimentos com um custo-benefício ótimo, o que pode lhe ajudar muito a realizar o sonho de ter o seu próprio cantinho.

Fontes: Brasil Consulta, Folha de São Paulo, Revista Exame

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>